Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘USP’

Ocupação da USP

Hoje, recebi um e-mail do meu irmão, feliz por alguém finalmente ter publicado um texto explicando a ocupação da USP. Eu li, cheio de esperança, mas continuei sem entender direito a situação. E respondi isso ao meu irmão:

Infelizmente, escolheram um péssimo estopim. Agora, virou mero detalhe o fato de a liberação da maconha não estar em pauta.

Eu nem cheguei a pensar que isso estaria em pauta mesmo, pois Universidade alguma jamais liberaria o consumo de algo cuja comercialização é proibida, seria inocência demais manifestar pedindo uma coisa dessas.

E infelizmente as intenções da ocupação ainda não estão muito claras. Afinal, os invasores alegam que o convênio da PM e os processos criminais e administrativos representam a intimidação do movimento estudantil. Mas não está claro quais iniciativas estudantis estão sendo prejudicadas ou quais são os motivos desses processos criminais e administrativos, se eles são injustos ou não. Afinal, se um ladrão (ou outro criminoso) ocupa a casa dos que o acusam de tal crime a fim de que ele desista de processá-lo, qual seria o procedimento: primeiro liberar o local e, posteriormente, apurar o caso, não é? Então, nesse caso da USP, estes processos não estão sendo apurados. E se forem processos autênticos, qual direito os estudantes têm de pedir a anulação deles?

Por outro lado, se realmente os processos são injustos e a monitoração da PM fizer parte de uma política de reprimenda por parte da reitoria, os estudantes invasores estão fazendo isso muito errado, assim como o Sintusp (Sindicato dos Trabalhadores da USP, também envolvidos na ocupação).

Para conquistarem seus objetivos (principalmente fazendo uso do apelo popular/midiático, pressionando a reitoria indiretamente), é necessário autenticarem seus objetivos e suas atitudes.

___

Resolvi publicar aqui, pois vez ou outra escrevo textos assim, motivados pelos insights e discussões levantadas pelo meu irmão, e fica só entre a gente. Eu geralmente penso que alguém já deve ter publicado algo como o que eu pensei, o que pode ser verdade nessa imensidão da internet. Mas viva a pluralidade e, afinal, se eu puder fazer uma pessoa a mais ter acesso a este pensamento, ok, vale a pena. I’m back here too.

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: