Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \08\UTC 2010

Hoje, no intervalo da aula, algumas meninas vieram brincar comigo: “eu ganhei baaa-laaa, você nããã-ããão, porque eu sou mulhééé-ééér!”

Argumentei que isso é injusto, pois eu não tenho um dia específico. Não vale contar: aniversário, pois cada um tem o seu; dia dos pais, porque não sou pai e há o dia das mães; e nem sou gay pra comemorar o dia do orgulho gay. Além disso, nenhum outro dia eu ganharia bala de um desconhecido… e elas não, sabe? Então, fiz cara de bravo pra elas sumirem da minha frente.

Brincadeiras de lado, vocês sabem por que desde 1975 comemoramos, digo, comemora-se o Dia Internacional da Mulher? Dizem que, em 8 de março de 1857, houve uma manifestação em Nova Iorque (Nova York, New York, NY, vocês entenderam) em que operárias da indústria têxtil reivindicaram melhores salários e condições de trabalho. Daí, as Nações Unidas escolheram 8 de março para representar a luta e as conquistas sociais, políticas, econômicas e, enfim: a (luta pela) liberdade e igualdade feminina.

Mas eu acho que algumas pessoas se aproveitam dos pontos fracos das mulheres para fazê-las sofrerem… E olha que não estou falando aqui de violência, abusos… Não. O que observo é que algumas mulheres são escravas da moda. E dá pra ver, digo…, é possível perceber (sem dar) como algumas sofrem com isso!

Foi vendo algumas imagens do sofrimento feminino que resolvi parabenizá-las, aqui. Porque mulher sofre!

Seguem algumas fotos da 82ª cerimônia do Oscar (o blog Pangés é cultura, aprenda a dizer 82ª: octogésima segunda!). Escolhi as imagens a dedo, pra não carregar demais o post!

(mais…)

Anúncios

Read Full Post »

Longe estou...

(foto: Rodrigo Honório)

É isso que eu quero.

Mas eu longe estou
precisando de algo…
…uma coisa, alguma
pessoa como você
me faz
tão bem
como se eu
fosse teu bem
querer você
me faz
melhor do que sou
cruel comigo mesmo
que eu não queira
te deixar, preciso
ficar só, mesmo
que eu não queira
me deixar sozinho
não sei
meu rumo
é incerto
se vou melhorar
sozinho
não sei
bem
tudo há de ficar
no seu devido lugar
de onde eu não devia
ter saído
com você
devia voltar
e ficar.

É isso que eu quero.

Mas eu longe estou. Estou precisando de algo. Estou precisando de alguma coisa. Coisa alguma! Estou precisando de alguma pessoa como você: você! Você me faz tão bem…! Como se eu fosse teu bem, teu bem querer! Querer você… Querer você me faz melhor. Você me faz melhor do que sou! Sou cruel comigo mesmo. Sou cruel comigo – mesmo que eu não queira: mesmo que eu não queira te deixar, preciso. (Preciso ficar…) Preciso ficar só, mesmo que eu não queira. Mesmo que eu não queira me deixar sozinho. Sozinho, não sei. Sozinho, não sei meu rumo. Sei: meu rumo é incerto. É incerto se vou melhorar – sozinho não sei… Se vou melhorar sozinho, não sei, bem… Bem tudo há de ficar. Bem, tudo há de ficar no seu devido lugar. Lugar de onde eu não devia ter saído: com você. Eu não devia ter saído com você? Devia. Devia voltar… e ficar.

É isso que eu quero:

...e ficar

(foto: Juliana Medeiros)

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: